Blog do Roberto


PETR CECH, 30

 

 

 

 

Por ROBERTO VIEIRA



Oitenta anos depois.


A República Tcheca tem novamente o melhor goleiro do mundo.


O herdeiro de Planicka se chama Petr Cech.


Petr completando 30 anos neste domingo.


Petr e Planicka que nas fotografias são como irmãos.


Sinal dos tempos.


Planicka fechava o gol com pouco mais de um metro e setenta de altura.


Petr beira os dois metros.


Planicka foi fiel ao Slavia. Petr defendeu o Sparta.


Rivais sanguíneos.


Planicka era o capitão da seleção nacional.


Garfada impiedosamente na Copa de 34.


Petr é goleiro sem seleção.


Heróicos.


Planicka quase morre sob os pés de Perácio.


Petr viu estrelas ao colidir com Stephen Hunt.


Aos 30 anos, Petr conquistou a Europa com o Chelsea.


Um pouco antes de Planicka.


Deus da Mitropa em 1938.


Qual dos dois é melhor?


Difícil responder.


Planicka encarou Meazza e Leônidas.


Petr hipnotizou Messi e Robben.


Planicka habitou as joelheiras.


Petr a proteção facial.


Quem seria escalado por Kafka?


Nenhum dos dois.


Kafka só tinha olhos para Alexander Fabian.


Paredão do Hakoah Viena...

 



Escrito por Roberto Vieira às 00h27
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




FINAL - FIGUEIRENSE 2X1 NÁUTICO


Jogo equilibrado.

Figueirense sai na frente.

Náutico empata de pênalti: Araújo.

Araújo que perdeu três gols de cego.

No último segundo?

Gol de Caio.

O Náutico larga na lanterna.

Começa a via crucis Timbu...

Em tempo?

Ramon jogou bem.

Auremir sentiu a estreia em Brasileirão.

Marcio expulso.

O azar de sempre.

Se é que existe azar em futebol...

 

 




Escrito por Roberto Vieira às 23h00
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




FINAL - SPORT 1X1 FLAMENGO

 

Marquinhos Gabriel e Wagner Love marcaram.

Agora?

Hora do pagode...

 

 




Escrito por Roberto Vieira às 20h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




DEU CHELSEA...

 

Pobre futebol...



Escrito por Roberto Vieira às 18h31
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




GOL CONTRA DA BRAHMA

 

 

 

Por ROBERTO VIEIRA*

 

 

A cerveja Brahma vem do tempo do Império.

 

Brahma mais antiga que o futebol brasileiro.

 

Futebol rimava com uísque e gim.

 

Hoje brinca de cerveja.

 

O Sport Club do Recife tem cento e sete anos.

 

Sport nascido nos primórdios do futebol brasileiro.

 

Sport batizado nas batalhas de Belém do Pará.

 

Leão do Norte.

 

A Brahma vive da embriaguez do gol.

 

O Sport, também.

 

A Brahma pensa que é número um.

 

Embora seja a número dois.

 

O Sport é número um no coração de três milhões de brasileiros.

 

A maioria dizendo 'oxente' e 'arretado'.

 

A Brahma nada em dinheiro.

 

O Sport nada em vermelho e preto.

 

A Brahma refresca até pensamento.

 

A Brahma não refrescou com o clube da Ilha.

 

Em um momento incomum no marketing brasileiro.

 

A Brahma ironizou o Sport Club do Recife.

 

Sport que viveria na 'aba' de outro grande clube brasileiro.

 

Gol contra mil vezes da Brahma.

 

Pois a embriaguez da cerveja.

 

Passa.

 

O amor incondicional pelo clube.

 

Fica.

 

Até o final dos tempos...

 

 

* Baseado em e-mail do Mestre Durval Valença



Escrito por Roberto Vieira às 09h45
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÚNEL DO TEMPO - O NÁUTICO X FIGUEIRENSE DO PASSAT DE DEDEU

                          Pedro Omar e Dedeu

 

 

 

Por ROBERTO VIEIRA

 

 

 

Setembro de 1975. 

 

 

Três amigos pegam seu Passat e rodam os 3500 Km que separam Recife e Florianópolis. 

 

 

Missão: assistir o glorioso alvirrubro de Rosa e Silva enfrentando o Figueirense pela primeira vez.

 

 

Antonio Almeida Silva.

 

 

Português e torcedor do Belenenses.

 

 

Viajou acompanhado do seu irmão, Waldemar de Almeida.

 

 

Também português, só que adepto do Benfica. 

 

 

Junto deles, o colega Salatiel Antonio.

 

 

Os bravos irmãos portugueses não torciam por nenhum time brasileiro.

 

 

Ao serem apresentados ao Náutico, renderam-se à nova paixão.

 

 

Tarde fria. O Timbu entrou em campo com o seu uniforme branco de mangas compridas. 

 

 

Beliato não pôde atuar cedendo seu lugar a Djalma Sales. 

 

 

A equipe formou com Neneca: Miguel, Djalma Sales,Sidclei e França; 

 

 

Pedro Omar e Vasconcelos; 

 

 

Baiano (Luís Fernando), Betinho, Jorge Mendonça e Lima (Dedeu).

 

 

O Figueirense usando mangas curtas e uniforme com listras brancas e pretas.

 

 

Escalou Nilson; Pinga, Nelson, Almeida e Casagrande; 

 

 

Sergio Lopes e Dito Cola(Luiz Everton); Marcos(Lico), Toninho, Volmir e Moacir.

 

 

A arbitragem foi de José de Assis Aragão.

 

 

Logo aos 6’ Toninho invade a área e finaliza sem ângulo para defesa de Neneca. 

 

 

Aos 18’ numa cobrança magistral de falta de Lima, Pedro Omar sobe e cabeceia para um milagre de Nilson. 

 

 

Então o jogo fica restrito ao meio-campo com o gramado pesado marcando os dois times.

 

 

No retorno para o segundo tempo um lance acirra os ânimos. 

 

 

Aos 2’ Toninho finta Lima e cara a cara com Neneca chuta por cima do arco. 

 

 

Volmir, um ex-jogador do Internacional de Porto Alegre, famoso por sua catimba, agride Vasconcelos na área. 

 

 

Neneca agindo sem pensar mete uma bolacha em Toninho mandando-o a nocaute. 

 

 

Basta comparar a envergadura de Neneca e Toninho pra imaginar o estrago. 

 

 

O pau come solto, porém apenas o goleiro do Náutico é expulso. 

 

 

Orlando Fantoni sacrifica Baiano e põe Luís Fernando na meta. 

 

 

No primeiro lance aos 8’ Lino cobra um escanteio, Toninho ainda grogue antecipa-se a Miguel e cabeceia para o barbante.

 

 

Figueirense 1x0.

 

 

Pra quem imaginava o Náutico morto. 

 

 

O alvirrubro se multiplica em campo e encurrala o Figueirense. 

 

 

Com 17’ Pedro Omar domina na entrada da área e fuzila na trave. 

 

 

Aos 26’ é a vez de Jorge Mendonça entrar driblando na defesa do Furacão e novamente acertar a trave. 

 

 

Então Fantoni olha pro banco, beija a medalhinha e grita pra Dedeu entrar no lugar de Lima. 

 

 

São decorridos 37’ do segundo tempo quando Vasconcelos domina a pelota no meio de campo.

 

 

Está cercado por uma multidão de jogadores de preto e branco.

 

 

Num átimo de segundo toca a bola com maestria no nada. 

 

 

Atônitos os zagueiros do Figueirense vêem surgir do nada aquele ponteiro rápido saído do banco de reservas. 

 

 

No momento seguinte estão driblados e Dedeu entra cara a cara com Nilson. 

 

 

Quando todos esperam uma bomba, ele coloca devagarinho no cantinho da cidadela inimiga.

 

1X1.

 

 

'Comigo ou sem Migo!'

 

 

O estádio em silêncio assiste um time coberto de lama comemorando como crianças em campo.

 

 

Nas arquibancadas, três amigos pulam e se abraçam como se fossem os 300 de Esparta e houvessem vencido uma batalha: 

 

 

a batalha de Florianópolis.

 

 

Pois se Esparta precisava de 300 guerreiros contra os persas.

 

 

Para o Náutico bastaram 10 homens em campo e 3 apaixonados nas arquibancadas!

 

 

A viagem de volta no Passat fica pra outro post...

 



Escrito por Roberto Vieira às 22h11
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO 1971 - O SPORT DE ADELSON WANDERLEY

 

 

O primeiro jogo do Sport no Brasileirão 1971.

 

O primeiro Brasileirão da história.

 

Foi justamente diante do... Flamengo.

 

O técnico do Sport?

 

Adelson Wanderley.

 

Interino - coincidencia - tipo Mazola.

 

Aguardando quem viria segurar a bomba.

 

O placar do jogo?

 

Vejam no túnel do tempo...



Escrito por Roberto Vieira às 21h36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ENQUETE - BAYERN OU CHELSEA?



Escrito por Roberto Vieira às 21h27
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SONHO DOS PAMPAS



Escrito por Roberto Vieira às 17h51
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




JOBSON VEM AÍ?.

 



Escrito por Roberto Vieira às 16h20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




QUIZ DA GEOGRAFIA TIMBU

 

 

 

Esta semana.

 

Nas andanças por este estado arretado

 

- segundo Paul McCartney.

 

Dei de cara com esta casa alvirrubra.

 

Do piso ao teto.

 

Repleta de adereços apaixonados pelo Náutico.

 

Dica?

 

A casa não é em Gravatá.

 

Pergunta?

 

Em que cidade pernambucana fica esta casa?

 

Localizada ao lado do cartório?

 

Prêmio?

 

Quem acertar leva um livro

 

'Reis do Futebol em Pernambuco - Técnicos'

 

Só valem duas tentativas...

 

 

Resposta - Gooooooooooooooooooooooooooooooool do Mestre J. Pires!!!!!!!!!!!! Tamandaré!!!!!!!!!!!! Mestre, favor me envie e-mail rvieira1964@uol.com.br para entrega do exemplar....



Escrito por Roberto Vieira às 10h47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BLOTERIA BRASILEIRÃO - TESTE Nº 1

 

Valendo 1 ponto por jogo.

 

Trinta e oito rodadas de fogo.

 

Semana que vem.

 

O Santa Cruz entra também...

 



Escrito por Roberto Vieira às 00h01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A PRIMEIRA VEZ DE NEYMAR E GANSO

 

 

Primeira vez de Neymar e Ganso.

 

Contra argentinos.

 

A dupla?

 

Andou apagada, apagada.

 

E o Santos?

 

Permanece incito.

 

Nunca venceu o Vélez.

 

 



Escrito por Roberto Vieira às 23h49
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




LENDAS ALVIRRUBRAS - 38. DEDEU

 

Foto enviada por Anderson Wanderley Portuga, filho de Dedeu. Na imagem, o craque Dedeu em amistoso de veteranos lá em Portugal...

 

 

 

 

Ponta direita goleador.

 

Rápido.

 

Fez a fama de muito centroavante.

 

Dedeu, Vasconcelos, Paraguaio, Jorge e Lima.

 

Dedeu ganhou fama de cara engraçado.

 

Virou verbete do futebol brasileiro.

 

Nas histórias de Lenivaldo e Sandro Moreira. 

 

O que a turma muitas vezes esquece.

 

É o suor da camisa.

 

A rede balançando.

 

Dedeu foi o herói da minha geração.

 

Um jogador que superava as rivalidades.

 

Um craque que fez das suas em 1974.

 

Sepultando o lateral Celso.

 

Celso que pagou com sua carreira.

 

O baile que levou do baiano Dedeu.

 

Dedeu de Piripiri.

 

Dedeu do Guarani de Sobral.

 

Dedeu do Timbu...

 

 

 



Escrito por Roberto Vieira às 22h31
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BOCA 1X0 FLUMINENSE

 

 

No Rio de Janeiro?

 

Será que dá Flu?

 

Sei lá...

 



Escrito por Roberto Vieira às 21h56
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




QUIZ DO ROBERTÃO

 

 

Santa Cruz x Internacional.

 

1969.

 

Quem são os craques na foto?



Escrito por Roberto Vieira às 21h01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - O PAGODÃO DO GAÚCHO

 

Depois do jogo contra o Sport.

 

Ninguém é de ferro.

 

O time do Flamengo vai pro pagode.

 

Lá no Clube Português.

 

Desopilar...

 

O Sport?

 

Pode se aproveitar...

 

 



Escrito por Roberto Vieira às 20h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ENQUETE - KIEZA VALE A PENA?



Escrito por Roberto Vieira às 18h57
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ADEUS, DONNA SUMMER!

 

 

Saudades!

 

Que Madonna que nada!

 

Nos velhos tempos, rainha era  Donna!



Escrito por Roberto Vieira às 15h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




O NÁUTICO E A COPA DO NORDESTE

 

 

    Por ROBERTO VIEIRA

 

 

A FPF e a CBF decidiram:

 

o Náutico está fora da Copa do Nordeste 2013.

 

Por critérios técnicos.

 

O Náutico se classificou em quarto lugar no estadual.

 

Nada contra o Salgueiro, beneficiário dos critérios.

 

Nada contra FPF e CBF.

 

Cada uma na busca da verdade.

 

Mas a verdade do futebol é bem outra.

 

Podem tirar o alazão da chuva.

 

O nome do futebol é dinheiro.

 

Simplesmente não existe Copa do Nordeste sem o Náutico.

 

Como não existe Copa do Nordeste sem Sport e Santa Cruz.

 

Como é impossível Copa do Nordeste sem Bahia, Vitória, Ceará e Fortaleza.

 

Por que?

 

Porque o nome do futebol é dinheiro.

 

Nem falo do tricampeonato regional do Náutico nos anos 60.

 

Nem falo de um regulamento posto depois de iniciada a competição

 

- o Náutico não sabia dos critérios anteriormente

 

- só isso já torna o fato ilegal.

 

Falo apenas do óbvio ululante.

 

Alijar uma equipe da Série A do Brasileirão.

 

Deixar de lado 900 mil consumidores em potencial.

 

Desprezar a grana da televisão fechada destes torcedores.

 

É sacudir dinheiro pela janela.

 

Coisa que nem FPF, nem CBF, nem patrocinadores devem fazer.

 

Pois o nome do futebol é dinheiro.

 

Portanto, é hora do bolso falar mais alto.

 

Se alguém deseja o sucesso da nova competição.

 

É melhor começar a entender as regras do jogo.

 

Náutico, Sport, Santa Cruz, Bahia, Vitória, Ceará e Fortaleza.

 

São sete clubes que não podem ficar de fora.

 

Com todo respeito ao Salgueiro.

 

Podem botar o nome do Náutico no Torneio.

 

Porque o nome do futebol?

 

É dinheiro...

 



Escrito por Roberto Vieira às 00h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A MAIS NOVA DAS PROFISSÕES*

 

 

Por ROBERTO VIEIRA

 

 


 

 

Dia de festa para a arbitragem.

 

Arbitragem regulamentada pela Câmara.

 

Arbitragem que estava lá.

 

No primeiro jogo oficial disputado no Brasil.

 

Arbitragem sempre tão criticada.

 

Arbitragem indispensável ao futebol.

 

Para o bem e para o mal.

 

Quem mais seria culpado nas derrotas do dia a dia?

 

Pois vejam como é madrasta a vida do juizão!

 

No dia de festa da nova profissão.

 

O Sandro Meira Ricci vai na onda do assistente.

 

Anulando um gol do Vasco da Gama.

 

Gol que poderia mudar a história da Libertadores.

 

Ricci acertou segundo o tira teima.

 

Tudo normal?

 

Faz parte?

 

Pode ser.

 

Mas vejam que infelicidade do Ricci.

 

Este foi o terceiro lance capital em três partidas consecutivas.

 

Ricci anulou erradamente:

 

um gol de Souza na semifinal pernambucana.

 

E validou um gol impedido de Branquinho na final pernambucana.

 

Nada contra o excelente Ricci.

 

Hoje, ele acertou.

 

Tudo contra os métodos arcaicos da mais nova das profissões.

 

Quem ama o futebol?

 

Pede um pouco mais de tecnologia.

 

Somente um apito?

 

É pouco...

 


(Ah, falta agora regulamentar a profissão da outra mãe de todos eles, a mais velha delas…).


* A última frase foi ideia do Juca - pra desgosto das mães, rsrsrs...



Escrito por Roberto Vieira às 23h33
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




FRASE DO DIA - GUILHERME BELTRÃO

 

"Isso tem cara de provocação. Só pode ser. Todo mundo sabe que Paulo César Oliveira é 'anti-Pernambuco', pois escapou de uma pisa aqui no Recife, após os erros na partida do Santa Cruz contra o Atlético-MG, em 2001"



Ao saber quem iria apitar Sport x Flamengo



Escrito por Roberto Vieira às 23h18
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




O CAMPEÃO DA BLOTERIA É... GUILHERME PIRES FILHO

 

 

O PEQUENO GRANDE MESTRE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

 

            

 

 

 

 

 

 

1. GUILHERME PIRES FILHO - 63

 

2. GUILHERME PIRES PAI - 60

 

3. NEWTON MORAIS - 59

 

4. SÉRGIO GALVÃO, ANDRÉ GUSTAVO E NEWTON PINHEIRO   - 53

 

5. OSVALDO SOARES E DURVAL VALENÇA - 52


6. ROBPE E GEANDRE - 51 


7. MANOEL JÚLIO  - 50

 

8. GUILHERME DIAS, GUSTAVO OLIVEIRA E JOAQUIM HERBENIO - 47


9. DANILO OTONI  - 46


10. HAROLD - 45


11. CARLOS LEITE E ANTONIO - 44


12. SÉRGIO OLIVEIRA - 42


13. BRENO LOBO E GILVANNEWTON - 39 

 

14. J. PIRES - 32

 

15. RAFAEL ALVES - 25 

 

16. LUCIANO PAIVA - 21 

 

17. GLAUBER VASCONCELOS E ELVIMÁRIO ARAÚJO  - 18

 

18. LUCÍDIO JOSÉ DE OLIVEIRA - 15 

 

19. WASHINGTON LUÍS - 10

 

20. CÍCERO - 5

 

21. MARCOS JAPIASSÚ - 3

 

22. JOSÉ CARRÉRAS - 2

 



Escrito por Roberto Vieira às 23h06
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




VASCO OU TIMÃO?



Escrito por Roberto Vieira às 19h40
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ENQUETES ROLANDO NO BLOG DO ROBERTO NO FACEBOOK

 

 

Como acessar? 

 

Basta clicar: http://www.facebook.com/groups/458593297500508/



Escrito por Roberto Vieira às 13h02
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - MANCINI

                                                         

 

 

Durante a sua carreira de técnico.

 

Eis as estatísticas de Mancini:

 

Jogos - 232

 

Vitórias - 89

 

Empates - 56

 

Derrotas - 77

 

Times que treinou?

 

Grêmio, Paulista-SP, Santos, Vitória, Vasco, Guarani, Ceará e Cruzeiro.

 

Pelas estatísticas?

 

É contratado pela simpatia e pelo nome italiano.

 

Mancini, Roth e Carpengianni soam bem...

 

Vai dar certo?

 

Pelo bem de Pernambuco.

 

Torçamos que sim...

 



Escrito por Roberto Vieira às 12h46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




HORA DE ELOGIAR, ELOGIAR...

 

Por ROBERTO VIEIRA

 

 

"Podeis reconhecer um mau crítico porque ele começa por falar do poeta e não do poema."


Ezra Pound


 

 

Hora de criticar?

 

Baixar o cacete!

 

Hora de elogiar?

 

Elogiar, ora bolas!

 

A direção alvirrubra aproveitou bem as férias.

 

Caiu em campo.

 

Contratou um time.

 

Pelo menos no papel.

 

Pode não dar certo?

 

Tudo pode não dar certo nessa vida.

 

Mas não é correto deixar de dar crédito aos atletas que vieram.

 

A crítica é sempre bem vinda.

 

Ajuda.

 

Fortalece quem tem ouvidos.

 

Mas a crítica eterna.

 

Essa crítica que se faz todos os dias.

 

Crítica que nada vê de positivo.

 

Essa crítica é desnecessária.

 

O momento é de arregaçar mangas.

 

Ir a campo.

 

Prestigiar o Náutico.

 

Náutico que continua favorito ao descenso.

 

Em todos os prognósticos deste país.

 

Melhor assim.

 

Porque de bobo.

 

O novo time não tem nada...

 

 

 



Escrito por Roberto Vieira às 03h33
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




O BLOG DO ROBERTO NO FACEBOOK

 

 

Véspera de Brasileirão.

 

Vamos brincar de facebook?

 

Basta acessar: http://www.facebook.com/groups/458593297500508/



Escrito por Roberto Vieira às 03h22
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




O VASCO X CORINTHIANS DA RAINHA ELIZABETH

 

 

Por ROBERTO VIEIRA     

 

 

O Rei estava morto.

 

Viva a rainha.

 

Elizabeth II sobe ao trono inglês.

 

Elizabeth que seria a primeira rainha inglesa.

 

A botar os pés no Maracanã.

 

O que Elizabeth não sabia ainda – nem ninguém.

 

Nem o Linense que chegava a primeira divisão.

 

Maracanã lotado.

 

O poderoso Vasco pega o poderoso Corinthians.

 

Duas maiores equipes dos primeiros tempos do Maracanã.

 

Penúltima rodada do Rio-São Paulo.

 

Timão, líder. Vasco, na cola.

 

Timão de Cláudio, Baltasar, Carbone, Olavo, Idário e Belangero.

 

Vasco com o velho Augusto, capitão da seleção em 50.

 

Ao lado de Bellini, capitão e campeão de 58.

 

Uma vitória e o Corinthians seria campeão no maior do mundo.

 

Flávio Costa explode com o árbitro.

 

O árbitro João Etzel manda Flávio Costa lamber sabão.

 

Confusão generalizada.

 

Flávio Costa é retirado sob protesto.

 

O Corinthians vai na onda e Cabeção cochila.

 

Gol do Vasco.

 

Aos 44 minutos do segundo tempo.

 

Chico.

 

O Vasco botava as mãos na Taça.

 

O São Paulo?

 

Voltava a sonhar.

 

Quem foi campeão?

 

O Corinthians.

 

Com a ajuda do seu amigo Santos.

 

Santos que bateu o Vasco por 3x2 na última rodada.

 

Enquanto a Lusa traçava o São Paulo por 1x0.

 

Em Montevidéu, o English Team era derrotado pelos uruguaios: 2x1.

 

Uruguaios campeões do mundo.

 

Não satisfeitos, os súditos de Elizabeth convidaram os húngaros.

 

Para um joguinho em Wembley.

 

O resto é história...

 

 

 



Escrito por Roberto Vieira às 03h03
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




O MUNDO DA NATAÇÃO - 4. MADALENA

 

 

Tem quem prefira Cruyjff e Van Basten.

 

Mas Madalena Veldhuiss batia um bolão.

 

No pólo aquático.

 

E passou a bater um bolão maior ainda.

 

Quando optou pelas distancias curtas na natação.

 

Um metro e oitenta e dois de altura e beleza.

 

Madalena pulverizou recordes nos estilos livre e borboleta.

 

Mas.

 

Sempre tem um mais.

 

Ficou faltando o ouro olímpico individual.

 

Pior pro ouro...

 



Escrito por Roberto Vieira às 02h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Nordeste, Homem, Portuguese, English
Histórico
    Outros sites
      BLOG DO JUCA
      O BLOG DO ROBERTO NO FACEBOOK
      NAUTICONET
      MÍDIA SEM MÉDIA
      NO PÉ DA CONVERSA
      BLOG DO CLAUDEMIR GOMES
      NA BOCA DO GOL
      BLOG DO TORCEDOR
      UOL
      MARCELO TORRES
      BLOG DO HOULDINE
      BLOG DO PAULINHO
      BLOG DO MANUEL
      BLOG DE MAURÍLIO FERREIRA LIMA
      TWITTER DO BLOG DO ROBERTO
      PERNAMBUCO NA COPA
      VÍDEOS DO NÁUTICO
      SPORT DE BOTÃO
      BLOG DO FRANCISCO MIRANDA